Número total de visualizações de página

segunda-feira, 26 de março de 2012

Astrónomos descobrem galáxia rectangular Observações foram realizadas com o telescópio japonês Subaru


Uma equipa internacional de astrónomos descobriu uma rara galáxia de forma rectangular – Leda 074886. Esta galáxia-anã que se encontra a 70 milhões de anos-luz da Terra perece, como dizem os astrónomos, com um 'corte de diamante'. Até agora conheciam-se três tipos de galáxias: espirais (como a Via Láctea), elípticas e irregulares.
Esta descoberta aconteceu quando os astrónomos usavam o telescópio japonês Subaru Prime Focus (Suprime-Cam) para observar os aglomerados globulares à volta da NGC 1407, uma galáxia gigante na constelação Eridanus. No canto da imagem encontraram uma galáxia-anã com uma forma muito invulgar.


Alister Graham (da Swinburne University of Technology, Austrália) autor principal do artigo agora publicado no «Astrophysical Journal» admite que o achado fez sorrir os astrónomos, pois esta galáxia “não deveria existir, ou melhor, não se esperava que existisse”.
Leda 074886 não é fácil de ver porque é pouco luminosa, devido ao seu baixo brilho intrínseco. Tem 50 vezes menos estrelas do que a Via Láctea e a distância a que se encontra da Terra equivale a pôr em fila 700 galáxias como a nossa, que conta 100 mil anos-luz de diâmetro.
Uma das possibilidades propostas pelos investigadores é que esta “se tenha formado por colisão de duas galáxias aspirais, fazendo com que as estrelas que já existiam em ambas acabassem por se distribuir nas órbitas maiores, criando essa forma de corte de diamante; o gás concentrou-se no plano médio onde se condensou para formar as estrelas e o disco que se observa”, explica Duncan Forbes, da mesma universidade.
Talvez daqui a 3 mil milhões de anos, quando a nossa galáxia colidir com a Andrómeda, se tornem numa galáxia de aspecto rectangular, diz os cientistas. Esta descoberta permite aos astrónomos obter informação preciosa para estudar o modelo de outras galáxias.

Sem comentários:

Enviar um comentário