Número total de visualizações de página

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Relógios Paleontológicos

Biostratigrafia:
  • Utiliza a paleontologia para organizar as sequências geológicas em unidades biostratigráficas com o objectivo de fazer o estudo temporal dos fósseis aí existentes;
  • Permite correlacionar formações geológicas geograficamente afastadas e a nível global, comparando a idade relativa de diferentes formações no espaço e no tempo;
  • Resulta numa escala biocronostratigráfica.

Fósseis de idade ou caracteristicos → são fósseis que apresentam uma repartição geográfica muito grande, uma curta distribuição estratigráfica (viveram num curto periodo de tempo), grande abundância e bom potêncial de preservação.



 Uma biozona (uma unidade biostratigrafica) é um corpo rochoso (por exemplo, um conjunto de estratos geológicos ) definindo ou caracterizado estratigráfica e geograficamente com base no seu conteúdo fossilifero.


Dendrocronologia:
  • Enumeração dos anéis de crescimento anuais das árvores;
  • Os anéis são distinguíveis devido à variação da velocidade de crescimento, que depende do clima;
  • Permite realizar datações de determinados acontecimentos até um limite de 11 400 anos, por isso, não têm grande importância na elaboração da história geológica global.


    Magnestrostratrigrafia: 

    A magnetostratigrafia é um ramo da estratigrafia que estabelece uma escala de mudanças do campo magnético terrestre ao longo da história da terra.
    É um método físico de datação absoluta e dedica-se ao estudo das inversões do campo magnético terrestre.



1 comentário: